Comunicação: o começo

Comunicação. Já pararam para pensar que essa palavra que é curso de graduação, tem milhares de especialistas no mundo todo, diversas divisões, preocupação constante dentro de empresas de todos os portes, é algo que a gente faz desde que tínhamos, sei lá, meio segundo de vida?

Quando saímos da barriga de nossa mãe a primeira coisa que a gente faz (não que eu me lembre, mas de ver em filmes e novelas) é chorar, dizendo a todos que estamos bem. Se, por algum motivo, a gente não chora, alguém vai e dá um tapinha no nosso bumbum. Quer dizer, se não nos comunicarmos é como se tivéssemos feito algo de errado e já levamos a primeira repreensão ali mesmo.

Entretanto, mesmo sendo algo tão natural ao ser humano, a comunicação está longe de ser fácil ou simples, principalmente quando falamos de empresas. Nesses caso, ela se torna uma ferramenta estratégica. Responsável por traçar os diálogos entre uma instituição e o público, ambos formados por dezenas de pessoas diferentes,  é a ponte entre empresa e consumidores.

A comunicação é responsável por dar vida à empresa, criar sua personalidade e dialogar com clientes, fornecedores, funcionários, acionistas, entre outros stakeholders. Por isso, saber como se comunicar com cada um desses públicos, levando sempre em consideração a personalidade da empresa e seus objetivos, é uma grande tarefa para especialistas. Dessa forma, a partir de hoje, nessa editoria, vamos abordar as diversas ferramentas, os milhares de conceitos e as ideias que giram em torno da comunicação, tanto desvendar essa ciência tão natural e complexa. Aguardem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>