Redes Sociais: O que o seu cliente quer ouvir? #3passos

O primeiro ponto a ser ressaltado nesse post é: não existe uma receita de bolo que faça com que o seu cliente se apaixone pela sua rede da noite para o dia, mas existe uma palavrinha que com certeza pode mudar toda essa história: relacionamento.

Tome Nota: é importante estabelecer qual Rede Social é mais adequada para o seu negócio, isso faz parte do discurso da sua marca.

relacionamento com cliente

É importante lembrar que a sua rede não é uma vitrine do seu negócio (então nada de ficar bombardeando seu receptor com promoções), mas sim, um local onde você pode/deve se relacionar com os seus atuais e futuros clientes. Mas como isso é possível?

A internet tornou-se o canal de atendimento ao cliente preferido hoje em dia, por causa da sua flexibilidade, agilidade e eficiência.
Algumas empresas podem pensar que a existência de uma Fan Page no Facebook ou uma conta no Twitter é suficiente. Mas na verdade, assim como qualquer outro método, os clientes precisam de um serviço de qualidade.

Por isso tenha o foco nos seguintes passos:

1) Seja Rápido: A velocidade é fundamental

Uma das principais razões que levam os clientes para as redes sociais (Facebook, Twitter, Instagram, entre outras) é a resposta imediata. Então, é importante lembrar que você tem um curto período de tempo para suas respostas, sejam elas em algum post, mensagens privadas ou em perguntas do seu cliente.

2) Escute: opiniões, críticas, elogios…

Se um cliente opina sobre um produto ou serviço aproveite essa crítica e faça algo útil, assim, seus clientes irão perceber que você está realmente interessado. Torne cada observação uma oportunidade para melhorar o seu serviço e não esqueça de agradecer os elogios e críticas.

Quando os clientes percebem que você interage, eles se sentem  mais conectados à sua marca.

3) Interaja: sua rede deve ser SOCIAL

Explore o potencial da sua empresa. Criar um vínculo nas redes é algo essencial. Informar o seu público sobre novidades e o que acontece com a sua marca é muito importante, assim como manter contato e interagir com eles.

Desenvolva um trabalho sério e próximo e tenha sucesso!

Por Isabela Porfírio

Fonte: LinkedIn

Kiwi Internacional – Das antigas #Especial5AnosKiwi

Ainda estamos no mês do nosso aniversário de 5 anos e por isso uma pessoa muito especial fez questão de mandar um recadinho para nós, lá da Holanda. A Gisele faz parte das antigas da Kiwi (vamos chamar de dinossaura?) . Ela é uma das fundadoras dessa agência e com uma MEGA oportunidade saiu do time oficial para viver uma aventura lá na Europa.

Ela continua sendo uma inspiração e mandou um recadinho/depoimento pra nossa equipe e a gente divide com você.

“A Kiwi foi fundada por mim, Amanda e Deia. Nos trabalhávamos juntas, estudávamos juntas, fazíamos estagio juntas. Já tínhamos um bom relacionamento e dividíamos nossas alegrias e pequenas frustrações do dia a dia do trabalho e da vida acadêmica. Em uma dessas conversas tivemos a ideia de colocarmos algumas ideias em prática em um negocio próprio. Essa vontade de fazer diferente e não esperar que as melhorias caíssem do céu sempre esteve presente na Kiwi, desde a sua criação. Essa vontade se manteve apenas como uma ideia por um tempo, ate que recebemos apoio de amigos e ate mesmo dos nossos chefes para colocar a mão na massa e começar uma nova agencia. Os primeiros anos foram especiais. Nós 3 sócias, tínhamos personalidades bem diferentes e conseguimos manter o equilíbrio entre pé no chão e ideias sonhadoras.”

Gi, Deia e Amanda

 

História lá do início

“Começamos sem grandes investimentos, utilizando computadores pessoais e trabalhando no quarto da Deia. Após conquistarmos alguns clientes, demos o próximo passo que foi abrir a sede. Fomos amadurecendo aos poucos, descobrindo as dores e delicias de se ter o próprio negocio. Muito aprendizado, trabalho duro e uma motivação imensa de fazer diferente para cada cliente.”

O que é a Kiwi para a Gi

“A Kiwi para mim é um orgulho muito grande. É um lembrete de que se as coisas não estão do jeito que a gente quer, devemos nos tornar o agente das mudanças. O responsável por fazer melhor e não deixar essa motivação se perder. É se renovar todos os dias a fim de oferecer o seu melhor. A Kiwi para mim não é uma agencia de publicidade, mas sim um sonho que se tornou realidade. E o mais lindo é que mesmo não sendo mais sócia, ainda me sinto uma kiwizete por acreditar que todos os valores que estavam la desde o principio ainda vivem no dia a dia da empresa hoje.”
Gi, que saudade! Você está com a gente todos os dias, na vontade de fazer sempre o melhor.

Kiwi é Home Office | Saiba como e porque

Já pensou em uma agência de comunicação sem sede? Sem paredes? Sem endereço fixo? Então, nós da Kiwi pensamos e com isso transformamos a nossa vida! Mais conforto, qualidade de vida, dedicação e foco, foram alguns dos benefícios que apontamos quando a ideia de desfazer nossas limitações físicas surgiu.

Algumas perguntas sempre aparecem de pessoas que descobrem que nossa empresa agora não tem sede. Resolvemos reunir todas e quem sabe estimular mais gente a entrar nessa onda!

Como funciona?  

Cada colaborador ou sócio da empresa trabalha de sua casa! Sim, essa é a nossa realidade agora. Cada um tem o seu computador e criou o seu espaço como desejava. Nada de transito pra chegar no trabalho, nada de estresse para achar vaga ou pegar o ônibus, nada de pagar o aluguel de um espaço que a gente basicamente usava para nos reunir e não para atender cliente. Nossa rotina é:

  • Toda manhã, às 9h ligamos nossos SKYPEs e nos damos BOM DIA! Assim começa nossos dias;
  • Uma vez por semana fazemos nossa reunião geral presencial  e trocamos figurinhas sobre clientes e sobre a Kiwi;
  • A equipe de atendimento se reúne mais vezes durante a semana, criando uma dinâmica para aumentar os resultados de nossos clientes.
Quais as maiores vantagens?

Além de trabalhar em casa evitando todo o estresse de deslocamento que já começamos a enfrentar em JF (e poder dormir mais uns minutinhos), a economia e o foco no trabalho são as principais vantagens.

  • Aquelas deliciosas conversas sem pé nem cabeça durante o expediente foram trocadas por foco e concentração total nas atividades repassadas;
  • Ao contrário do que muita gente acha, a cama não é mais atrativa e a passeadinha por redes sociais e sites diversos não aumentaram, apenas continuaram, afinal, trabalhamos com comunicação. Saber o que anda acontecendo é fundamental;
  • Os gastos desnecessários com aluguel e transporte foram cortados;
  • Aumentamos nosso rendimento no trabalho, ou seja, conseguindo fazer mais coisas em menos tempo!
Porque pensamos nesse modelo de trabalho? 

Mantivemos um escritório por 4 anos e meio e depois desse tempo a gente conseguia contar nos dedos o número de visitas que nossos clientes nos faziam. Em geral, éramos nós que íamos até eles, ou seja, manter um espaço para atendê-los não era realmente necessário. Em feriados prolongados ou festas de final de ano, nossa equipe trabalhava no sistema home office e sempre deu muito certo. Além de confortável, a gente acabava trabalhando mais feliz, mesmo durante as férias. Somos uma agência digital, que trabalha com tecnologia, então porque não aproveitar o que ela tem de melhor? Juntando esses elementos não deu outra: o home office virou nosso caminho!

Se você tem medo de ser uma empresa que trabalha em home office, sai dessa! Infelizmente algumas profissões não permitem esse “luxo”, mas que pode, pode! Vivemos em um mundo em que o espaço físico é mera formalidade. Vamos aos trabalhos.

Autor: Amanda Britto

Marketing de Redes Sociais

É impressionante o impacto que a internet tem hoje na sociedade. Em constante evolução, o marketing digital aproveitou esse crescimento, e foi atrás de promissores canais de comunicação, e junto com esse novo cenário, surge uma nova forma de se relacionar com os clientes.  

Uma das grandes vantagens das redes sociais, é que elas permitem uma relação próxima com consumidor, o que facilita a aproximação da marca com seu público alvo de forma direta e segmentada.

Mas como funciona o marketing nas redes sociais?

O marketing nas mídias sociais é a estratégia pela qual nos valemos das principais redes sociais como ferramentas de promoção de uma marca, divulgação de produtos ou serviços. Certamente podemos utilizar este canal para diversas outras ações, como a criação de um canal de atendimento ao cliente, por exemplo, mas no caso do social media marketing, o objetivo principal é justamente o de promoção de produtos e serviços.

Nas campanhas de marketing em redes sociais, os profissionais de marketing digital fazem uso das ferramentas oferecidas pelas redes como Facebook, Instagram, Twitter, Google+ e outras, dependendo do caso e segmento de atuação da empresa.

Uma outra característica do social media marketing é trabalhar também como marketing de relacionamento, onde o objetivo principal é criar, em primeiro lugar, um ponto de contato com seus clientes em potencial, para só depois introduzir, de forma muito sutil, a mensagem publicitária. Um dos primeiros trechos do Cluetrain Manifesto, documento básico para quem deseja trabalhar em mídias sociais, afirma que:

“Mercados são conversações. Seus membros se comunicam em uma linguagem que é natural, aberta, honesta, direta.” – Cluetrain Manifesto

Cada vez mais pequenos empresários e profissionais liberais estão investindo em marketing nas redes sociais. E mesmo sendo uma excelente oportunidade para atrair clientes, existem certos cuidados que você precisa ter antes de investir neste formato particular de marketing.

Aqui vão alguns desses detalhes:

PLANEJAMENTO: não basta que você crie uma conta no Facebook, Twitter ou Instagram; a mera presença não irá garantir o sucesso da sua campanha, é preciso que você decida qual será o objetivo da campanha e o uso destas contas? Suporte? Branding? Vendas? Antes mesmo de criar uma conta nestas redes sociais, determine o que você espera delas, com metas a serem seguidas e objetivos a serem alcançados.

CRONOGRAMA: não importa tanto a frequência com que você irá postar nas redes sociais, mas é importante ser consistente. Se você postar uma dúzia de vezes no mesmo dia e depois ficar uma semana sem postar nada, isso irá incomodar os seus seguidores.

E a pergunta que não quer calar é: vale a pena investir em marketing nas mídias sociais?

Sem sombra de dúvida o investimento em marketing nas redes sociais traz retorno, mas não pode ser encarado como a solução de TODOS OS PROBLEMAS da empresa. Este é apenas mais um canal de divulgação a ser utilizado e por isso deve ser devidamente avaliado e contextualizado no panorama geral da estratégia de marketing digital da marca.

A grande vantagem dessa opção para divulgação de empresas na Internet é que ela nos proporciona uma chance de aproximação do público-alvo, de maneira mais pessoal, dirigida e segmentada. Através dela podemos nos aproximar de forma mais efetiva do consumidor e conhecer suas necessidades e anseios de forma mais direta, facilitando assim, não só a criação de estratégias mais eficientes para divulgação da marca, como também o conhecimento sobre o público que estamos querendo impactar.

Fonte: Academia do Marketing

 

O segredo é manter fazendo

Fez uma campanha, e seu cliente logo te esqueceu? O segredo é manter fazendo! Sim, você tem que fazer sempre. O investimento é contínuo, o trabalho também.

O mundo não é mais o mesmo, ele está em um constante processo de transformação movido pela globalização, que originada pela abertura dos mercados e com o advento da internet, rompeu as barreiras e fronteiras da humanidade, que ladeada pela evolução tecnológica crescente, estabeleceu um novo marco para a sociedade contemporânea obrigando as organizações, pessoas, produtos e serviços a se reinventarem a cada segundo.

Essa reinvenção deve ser contínua, afinal, seu cliente é bombardeado por informações a cada minuto e contar com a memória dele não é uma tarefa muito garantida. Por isso é de extrema importância que a sua marca esteja sempre em EVIDÊNCIA no mercado, e isso não quer dizer que o seu cliente deva receber um overposting de ideias e promoções a cada dia, mas sim, reforçar o seu produto, ponderando informações e claro, criando o tão esperado relacionamento com o seu cliente.

Para ilustrar melhor onde queremos chegar, assista esse videozinho, antiguinho, porém muito atual, rápido que explica essa evolução da comunicação.

Agora que esse caminho multilateral foi traçado e você começou a compreender como esse universo digital funciona está na hora de colocar a mão na massa com a gente. Vamos lá? #TeamKiwi

Boas vindas Kiwi :: Club43

A Kiwi está radiante depois de ganhar a conta desse cliente in-crí-vel. Sim, nossa troca de energias foi instantânea e é claro que nós tínhamos que compartilhar isso com vocês.

Pra quem AINDA não conhece, o Club43 é um club com a segmentação voltada para o público GLS, mas, eu disse MAS, todos são COMPLETAMENTE bem-vindos nessa casa. A idealização desse lugar LACRADOR é do Zé Luiz e é com ele que a gente faz a entrevista/declaração de amor de hoje!

Vão bora fazendo? Com vocês, Zé Luiz do Club43.

Kiwi Pergunta: Qual é o perfil do Club43?

Zé Luiz Responde: O público do Club é bem variado. Embora a segmentação dele seja voltada ao público Universitario GLS, o que mais une nossos clientes é a vontade de se soltar na noite. Temos uma aceitação muito grande entre o público hétero e casais também. O que todos buscam no Clube encontram, é um lugar onde você pode se jogar! Você encontra um ambiente propicio a poder dançar, fazer pole dance, jogar video-game e o que mais quiser. Sem aquela parte chata de muitas baladas de manter a pose. O que une o pessoal do Club é querer se acabar na noite. É esse o nosso público, a galera que realmente quer se divertir. Então lá você vai encontrar, o leleske dando em cima da gatinha no bar, a Drag Queen fazendo show no palco, o estudante Nerd no video-game, o rockeiro pintando as paredes, as Divas do Pole Dance. As pessoas que realmente só querem se divertir e sabem respeitar uns aos outros.

Kiwi Pergunta: De onde surgiu a ideia desse conceito que torna o Club43 um lugar em que as pessoas se sentem na casa de amigos?

Zé Luiz Responde: A versão resumida da história é: Eu nunca gostei de baladas. Quer dizer, quando era menor até curtia. Mas acabei achando tudo muito formal, muito mais do mesmo. Muito se fala sobre tocar estilos diferentes de música nas baladas, mas isso nunca foi algo que fosse minha prioridade quando eu procurava uma. O que eu queria era um lugar onde eu pudesse ser eu mesmo, me jogar, dançar, ficar suado. Sem aquele monte de gente te olhando de cima a baixo ou sem conversar com você por que a sua bermuda não tem nada haver com a festa ou porque você preferiu ir de chinelo pois hoje estava quente demais. E que tocasse música para eu me acabar, digo, curto muitas músicas em segmentos diferentes, sou amante de música clássica, fiz anos de canto lírico, tenho alguns amigos Sul-Africanos que cantam e que fazem trabalhos fantásticos no ramo de música alternativa. Mas quando eu quero me acabar eu quero é “ralar o bumbum no chão” (kkkk desculpa a expressão). E também queria um lugar onde eu não precisasse ficar o tempo todo na pista de dança. Vamos ser sinceros, tem hora que a balada cansa eu você quer conversar com seus amigos, paquerar o Crush ou se jogar no video-game! E onde você geralmente encontra tudo isso? No esquenta na casa dos seus amigos. Foi a partir dessas insatisfações minhas que eu percebi que muita gente também pensava assim. E que precisavam de um lugar para serem elas mesmas. Então resolvi abrir uma boate que fosse a cara da festa na casa do seus amigos. Logico com o tempo tudo foi se aperfeiçoando e eu tenho a sorte de desde o primeiro dia estar trabalhando com uma equipe de profissionais incríveis! E que me ajudam muito, indo desde nossa primeira bartender que é nossa chefe de bar até hoje que além de fazer os melhores drinks cria festas incríveis. Nossa gerente que faz a casa toda funcionar durante todos os dias da semana e está sempre lá quando alguém precisa, meu namorado que tem várias ideias de decoração e que por muito tempo foi o responsável de criar essa cara descontraída dos eventos da casa que vão de encontra a proposta de ser essa festa informal. Enfim o Club não teria esse ar maravilhoso se não fossem todas as pessoas que estão dispostas a atender nossos clientes da melhor forma possível, fazer muito mais para que todos se sintam em casa. Do pessoal da limpeza, portaria, segurança, caixa. Todos são peças fundamentais e sempre estão envolvidos no processo de criar essa imagem a casa.

Kiwi Pergunta: Porque você acredita na comunicação para o seu negócio?

Zé Luiz Responde: Bom, minha formação é em Publicidade. Logo, desde o início sempre tive essa noção de que uma boa comunicação é a coluna que mantem um negócio funcionando. De nada adianta você oferecer os melhores serviços se as pessoas não sabem disso. Ainda mais se tratando de eventos, toda nossa comunicação deve ser focada em transmitir essa ideia do que é o Club em cada peça criada e em cada campanha que fazemos. Por isso acredito que de todas as 12 agencias que estudei em Juiz de Fora para poder definir quem ficaria com a conta da boate a Kiwi foi com certeza a melhor opção para nosso momento. Todas as outras apresentaram ótimos argumentos e propostas maravilhosas, mas só o pessoal da Kiwi conseguiu entender logo na primeira conversa, o que é o Club 43.

 

Kiwi em Cena :: Um bate bola com Isabela Porfírio

Essa menina – mulher foi um achado desde o primeiro dia. Nós da Kiwi nunca poderíamos imaginar que encontraríamos a tampa da nossa panela em uma simples entrevista para estágio. Com a cara da Kiwi, ela é pra lá de moderna, com um temperamento forte típico de uma kiwizete (neh, Matheus :p ), cheia de atitude e muita garra.

Depois de 2 anos de estágio ela ficou um tempinho longe, mas sim, descobrimos que algumas pessoas são insubstituíveis e corremos para ter ela de volta pertinho da gente! Agora, FORMADA e com ainda mais gás, a gente só tem a comemorar por ter esse talento no nosso time!

Com vocês a Isa, ou Isabela Porfírio, nossa gerente de redes sociais, social media, gerente de conteúdo … os nomes dos cargos são muitos, mas a chefia é de uma pessoa só! #ArrasaGarota

Kiwi pergunta: Time de futebol?

Isa Responde: Já fui torcedora do Flamengo. Hoje em dia não assisto mais aos jogos. #sorryvô

Kiwi pergunta: Celebridade (ou sub-celebridade) favorita? 

Isa Responde:  Claramente, Leonardo DiCaprio.

Kiwi Pergunta: Portal de notícias (ou temas gerais)?

Isa Responde: Somos, Pragmatismo Político e Carta Capital.

Kiwi Pergunta: O que adora e o que odeia na internet?

Isa Responde: O que eu mais adoro da internet é o poder que ela tem de mover coisas tão rapidamente. O que eu mais odeio são as asneiras que tenho visto TÃO RAPIDAMENTE na minha timeline.
Kiwi Pergunta: Distrações favoritas?

Isa Responde: Meditar, cozinhar, comer e ir ao cinema.

Kiwi Pergunta: Qual o próximo prato que vai cozinhar para as meninas da Kiwi?

Isa Responde: Se elas não furarem comigo pretendo preparar meu famoso Kibe Assado e de sobremesa uma Torta de Mousse de Maracujá. – MAS ELAS SEMPRE FURAM! 

Kiwi em Cena :: Um papo 10 com a nossa sócia loira

Pensar em Kiwi é pensar em Amanda. Assim como a Magá (até nisso elas são inseparáveis), ela além de chefa/sócia também é responsável pelos atendimentos da agência. Geminiana e decidida, ela sempre sabe o que quer. Fala o que pensa e se alguém nessa galáxia mexer com um dos dela, corra, porque ela vai atrás de você!

Apaixonada pela família e pelos amigos, essa mulher não mede esforços para fazer quem ela ama feliz.

Com vocês, nossa Barbie Girl Amanda!

Kiwi Pergunta: Time de futebol?

Amanda Responde: Vasco (ok, sem brincadeirinhas, ok?)

Kiwi Pergunta: Celebridade (ou sub-celebridade) favorita?

Amanda Responde: Nenhuma.

Kiwi Pergunta: Portal de notícias (ou temas gerais)?

Amanda Responde: Curto o clássico B9 e o portal da ENDEAVOR, que ajuda muito a ter novas ideias. Abre a cabeça.

Kiwi Pergunta: O que adora e o que odeia na internet?

Amanda Responde: Adoro e odeio a mesma coisa: a liberdade. A internet é um espaço incrível para que qualquer pessoa possa expressar a sua opinião, para que possa ser ouvida. É um local no qual muitas discussões e visões diferentes sobre essas discussões são colocadas em pauta. Entretanto, nem todo mundo sabe aproveitar essa tal liberdade. Muita gente que acha que tem razão, que acha que tem um argumento, que acha que existe certo e errado e que acha que liberdade é sinônimo de falta de educação e falta de bom senso.

Kiwi Pergunta: Canal do Youtube favorito?

Amanda Responde: É pra ser sincera? Se sim, vamos a maravilhosa “Jout Jout, Prazer”. (<3)

Kiwi Pergunta: Distrações favoritas?

Amanda Responde: Um bom e velho churrasco, com piscina, e aquela cervejinha gelada!

Gratidão por tê-la em nossas vidas. A Kiwi não existiria sem ela! <3

Kiwi em Cena :: Márcia, a dona das finanças

A aniversariante da semana mais linda de todas. Ela é a responsável por manter nossos dólares nossas finanças nos trinques. A Márcia, ou Tia Márcia pra nós, é mais que uma colega de trabalho, ela é a nossa mãezona (Amanda e Hugo, não fiquem com ciúmes). Dona de uma garra sem tamanho, ela faz de TUDO e mais um pouco pela Kiwi e por nós. Faça sol, faça chuva, ela SEMPRE chega na agência dando aquele CLÁSSICO: Bom dia, meninas!, gostoso, que só a gente sabe como é! (vamos gravar um vídeo e compartilhar com vocês, sério, é um bom dia REVIGORANTE!)

Além do financeiro, a Márcia também é a responsável pelos puxões de orelha OFICIAIS da empresa, mas a gente ama isso nela. <3 (quando ela ler isso vai pensar: ahhh, quando vocês forem mães…)

A nossa vontade é de ficar horas a fio falando dessa DIVA, que a gente tenta copiar mas como de praxe, preparamos uma entrevista. Com vocês, Márcia!

Kiwi Pergunta: Time de futebol?

Márcia responde: Vasco da Gama

Kiwi Pergunta: Celebridade (ou sub-celebridade) favorita?

Márcia responde: Ayrton Senna

Kiwi Pergunta: Portal de notícias (ou temas gerais)?

Márcia responde: Facebook e Globo.com

Kiwi Pergunta: O que adora e o que odeia na internet?

Márcia responde: saber das últimas notícias, no exato momento em que estão acontecendo. Detesto pessoas que ficam postando coisas negativas, violência e sobre assuntos pessoais.

Kiwi Pergunta: Distrações favoritas?

Márcia responde: Televisão e internet

Kiwi Pergunta: Cancun ou Paris?

Márcia responde: Cancun.

Márcia, a Kiwi te ama demais. <3

A importância do Facebook Ads

Quando se fala em marketing para Facebook ou demais mídias sociais, o que vem a mente de muitas empresas é um serviço de baixo custo, já que possui ferramentas de trabalho gratuitas. Mas engana-se quem vê o marketing digital de resultados apenas dessa forma.

Não é segredo para ninguém que os posts do Facebook não têm um alcance de público 100%. O excesso de informações e publicações ao mesmo tempo faz com que, nem mesmo seus fãs vejam seu conteúdo. Isso é um grande problema, quanto menos pessoas alcançadas, menor será o retorno desse processo.

A publicidade paga nas mídias sociais, bastante conhecida no Facebook, e recentemente iniciada também em outras plataformas como o Instagram, permite que empresas e marcas possam investir em anúncios com texto e imagem.

Mas você sabe a importância disso? Hoje a gente te conta e desvenda todos esses mistérios!

Facebook ADS é uma ferramenta oferecida pelo Facebook, onde você investe em um post para ele ter um alcance maior, fazendo as publicações serem exibidas na parte superior do feed de notícias, atingindo não só seus fãs, mas também os amigos deles e assim por diante.

O grande diferencial da publicidade paga no Facebook está justamente no seu poder de segmentar públicos, seja por idade, cidade, estado civil, sexo e até mesmo interesses pessoais. Ele consegue, por exemplo, oferecer uma pós-graduação para mulheres, solteiras, com idade entre 20 e 30 anos, interessadas em moda, na cidade de Criciúma.

Ele baseia cada anúncio em perfis e interesses do público-alvo desejado, podendo direcionar a publicidade também a coisas que o usuário ainda esteja planejando fazer, como uma viagem. Através de importação de listas de e-mail se pode ainda criar anúncios personalizados, como campanhas destinadas apenas para pessoas que se chamem João.

A plataforma também indica de forma detalhada o tráfego da publicação, dividindo-o em orgânico e pago. Dessa forma você pode analisar com mais precisão o verdadeiro impacto da ação. Uma função importantíssima que permite a mensuração dos dados permitindo uma melhora na comunicação e no marketing a cada dia.

As maiores vantagens do Facebook ADS são:

- Uma visibilidade maior;

- A presença em dispositivos móveis;

- O engajamento nos dispositivos móveis é maior;

- Expande seu marketing de conteúdo;

- Segmentação;

- Envolvimento maior (cliques, curtidas, etc.).